Coworking X Escritório Virtual: Você sabe qual a real diferença entre eles?

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Se você pretende ingressar em breve neste maravilhoso mundo de novas tendências de modalidades de trabalho, mas ainda possui algumas dúvidas sobre como tudo isso funciona de fato, este conteúdo foi desenvolvido especialmente para você.

E quando surgiram?

O início dos escritórios virtuais no Brasil se deu em 1990 com o objetivo de oferecer essa estrutura corporativa. Já os coworkings, surgiram em 2005 nos Estados Unidos. 

O quê é o quê?

O escritório virtual é um serviço para empresas, profissionais liberais e autônomos. Este serviço tem como objetivo determinar um endereço regularizado relacionado à prefeitura da sua cidade.

E como o nome mesmo diz, é virtual. Você não precisa de fato se locomover para exercer as suas atividades, mas passa a ter um endereço fixo para o recebimento de encomendas, correspondências, atendimento telefônico e um endereço fiscal, por exemplo.

De forma clara e bem objetiva, o escritório virtual é uma opção de bons serviços e baixo custo. Além de ser ideal para autônomos, startups, microempreendedores individuais e pequenas e médias empresas prestadoras de serviços.

Já o espaço físico de trabalho é uma característica presente nos coworkings. Porém, vale ressaltar que os escritórios compartilhados também contam com serviços virtuais.

Você encontra profissionais de diversos segmentos e empresas nos coworkings. O que manda neste tipo de escritório é o networking e a chance de expandir os negócios.

Os escritórios compartilhados em geral se localizam em pontos estratégicos das cidades e facilitam não só a mobilidade de seus frequentadores, como também é um ponto de encontro para reuniões com clientes e fornecedores em um lugar de fácil acesso.

Um mercado que só cresce

Segundo o Ministério da Economia, em 2020 o número de microempreendedores individuais cresceu: O setor responde por 56,7% do total de negócios em funcionamento no Brasil. 

Do total de 3.359.750 empresas abertas no período, 2.663.309 eram MEIs, representando um crescimento de 8,4% em relação ao ano de 2019. Os dados são do Mapa de Empresas, referente ao terceiro quadrimestre do ano passado.

Já no fim do terceiro quadrimestre de 2020, existiam, no Brasil, 11.262.383 MEIs ativos correspondendo aos 56,7% do total. 

Os coworkings e escritórios virtuais contam com uma associação oficial. 

A ANCEV é a única associação oficial do Brasil que atua em parceria com associados, instituições nacionais e internacionais e nas diversas esferas do governo, com a meta de promover o segmento e aprimorar a qualidade dos serviços prestados. 

Font: Blog ANCEV

Siga-nos nas Redes Sociais

Posts Recentes

Fique atualizado

Cadastre-se em nossa Newsletter

Não enviamos spam, apenas e-mail com matérias, notícias e atualizações do Criciúma Business Center.

Seu escritório pronto, na hora que você precisar.

Fale com nossos consultores e reserve seu espaço no trabalho