Construindo metas que dão certo

Construindo metas que dão certo

       Estamos chegando numa época do ano em que olhamos para trás e analisamos se conseguimos realizar nossos desejos no ano que passou. No réveillon esses pensamentos são comuns, de esperar que coisas boas aconteçam durante o próximo ano.

    Todos nós temos sonhos e desejos. Muitas vezes sabemos o que queremos, mas não de que forma isso acontecerá. Tirando os imprevistos da vida, aquilo que não controlamos (uma doença, uma manutenção necessária no carro ou na casa, ou surpresas boas, como um presente que recebemos uma resposta positiva que estávamos aguardando, um convite inesperado, etc), o restante nós podemos e devemos planejar, pois se não planejarmos provavelmente não acontecerão. Aí é que entram as metas.

    Transformar sonhos em metas é o primeiro passo. Sonhos tendem a ser abstratos, subjetivos ou generalistas. Para criar metas devemos prestar atenção ao conceito SMART. Você conhece?  Trata-se de 5 palavras escritas na língua inglesa, cuja letra inicial forma a palavra SMART. Vamos ver cada um deles:

   S (specific) – a meta deve ser específica. Por exemplo, se você quer emagrecer no próximo ano, defina quantos quilos quer perder. Seja específico no seu desejo.

   M (measurable) – mensurável. Você precisa medir se está perto ou longe de alcançar sua meta. Deve saber o quanto ainda falta para atingi-la. Como já dizia o pai da administração moderna, Peter Drucker, só podemos gerenciar aquilo que medimos. Se sua meta é subjetiva e não envolve números, crie uma escala de 0 a 10 em que você possa acompanhar seu desenvolvimento e avaliar o quanto está próximo de alcançá-la.

   A (achievable) – alcançável. A sua meta não deve ser fácil demais de conseguir, pois isso não seria um crescimento significativo, nem difícil demais, a ponto de paralisá-lo. Ela deve ser desafiadora e realista, possível de ser atingida dentro do prazo que você estabelecer.

   R (relevant) – relevante. Se a meta não for muito importante, você irá abandoná-la. Ela deve ser relevante para você, não para os outros. Tem que ter um significado, tem que ser algo que você quer muito!

   T (time based) – temporal. A meta deve ter uma data. O ser humano tem a tendência de procrastinar, de ficar adiando tudo. Se você não colocar um prazo para a conclusão e para cada etapa de execução da sua meta, ela ficará sendo adiada e dificilmente acontecerá!

  Agora que você já sabe que aspectos observar ao criar uma meta, escreva suas metas para 2020 dessa forma. Será mais fácil de acompanhá-las e atingi-las. Você pode criar metas para várias áreas da sua vida (pessoal, profissional, financeira, de relacionamentos, etc). Escreva-as em um local que você irá ver com frequência. O próximo passo após escrever as metas é criar o plano de ação. Mas isso é assunto para um próximo texto...

 

                                                                                                                       

Josi Rech

Coaching e Treinamentos

 

Instagram: @josi.rech

facebook.com/joselinerech

LinkedIn: Joseline Rech



Criciúma Business Center

Post por Criciúma Business Center





Travessa Germano Magrin, nº 100 | Ed. Parthenon | Salas 501 e 502
CEP 88802-090 | Centro | Criciúma - SC

(48) 3045-1418

Criciúma Business Center - Todos os Direitos Reservados